Comportamento Visual Umbandista


Comportamento Visual Umbandista


Salve irmãos na Fé em Oxalá...


Quando sentei para escrever este texto me veio à mente a frase: “A primeira impressão é a que fica!”. Por isso intitulei este texto como comportamento visual umbandista.

Parto do principio, que somos observados noite e dia por irmãos de outras religiões e por simpatizantes da Umbanda, daí vem meu questionamento.

A Umbanda não tem papas para redigir uma norma ou um dono para estabelecer princípios, pois cada casa é um ponto de referência para quem busca auxílio espiritual ou até mesmo a paz almejada dentro de uma religião nova.

A importância de se apresentar bem, a uma sociedade ecumênica é apresentar o seu cartão de visita! Sim, o seu cartão de visita.

Em diversas igrejas protestantes, o traje social é considerado apresentar-se da melhor forma diante de Deus.

A Umbanda não tem um uniforme definido a não ser a cor branca, porém todos os médiuns são responsáveis pela apresentação da Umbanda, seja onde estiver representando sua religiosidade o mínimo a fazer é apresentar-se dignamente diante de Pai Olorum e dos Sagrados Orixás. Devemos recomendar aos médiuns não se apresentarem com camisetas regata, bermudas, calças curtas, roupas intimas de cor escura, roupas transparentes, roupas decotadas, justas e qualquer forma visual que possa denegrir nossa religião. Também devemos recomendar a disciplina durante os trabalhos, os consulentes nos observam muito mais do que nós mesmos e basta uma apresentação imprópria para sermos alvo de injúrias.

Os sacerdotes devem exigir a disciplina de seus médiuns, seja comportamental ou visual. Pois estamos apresentando a Umbanda para quem não conhece.

Acredito que muitas vezes, simpatizantes ao se depararem com uma indisciplina comportamental ou visual acabam se afastando de nossa religião.

Cada médium é co-responsável em conjunto com seu sacerdote por uma apresentação digna em público, pois “A primeira impressão é a que fica”.


Paulo Ludogero


Comentários