HOMENAGEM TULCA AO ORIXÁ OMULU

Homenagem a Omulu
Família Tulca em gira festiva no dia 16 de agosto de 2014

Nós que fazemos a TULCA, agradecemos mais uma vez ao nosso querido Orixá co-regente mais um ano de bençãos em nossa tenda, construindo com as pedras que nos jogam, amando ao Divino Pai Olorum e a todos os Orixás acima de tudo, na alegria e na tristeza, na certeza de um melhor amanhã sempre! 

Oh meu pai, és tantas vezes mal compreendido quando alguns, por pura ignorância, o temem por associá-lo à doença e à morte, somente porque em tempos remotos os negros africanos oravam a ti, diante de uma epidemia de varíola, que por permissão de Deus e por merecimento que não nos cabe julgar, muitos irmão foram a óbito, e assim, os nossos irmãos africanos, por ingenuidade, acharam que foi vós, meu pai, o causador daquelas mortes...

Mas os tempos são outros, a sociedade evoluiu e a nossa religião apesar de eclética tem identidade própria, guarda forte influência dos cultos africanos, mas diante da nossa natural evolução, permeamos o limite do bom senso sempre e cabe aos que te amam desfazer este mal entendido.  

Omulu e Obaluaiê, em nossa doutrina, são energias do mesmo orixá: orixá da saúde, da transformação, da consciência kármica e do respeito aos nossos ancestrais como a nossa raiz mais profunda. Pai Omulu, representado pelo elemento terra, é o alicerce onde todos os orixás trabalham harmoniosamente em nosso benefício, proporcionando o equilíbrio tal qual proposta divina, em nossas vidas e em nosso planeta.

Saravá meu pai Omulu! Atotô Obaluaiê!!!!!

Por Ednay Melo








Comentários