Depoimento da Força que a Umbanda Tem! Por Ednay Melo


A força que a Umbanda tem


Que sensação maravilhosa de leveza n'alma é a volta para casa depois de uma Gira de Umbanda!!!

Agradeço com o coração cheio de alegria a intervenção de Aruanda na renovação das nossas energias!!!

Hoje pensei que não ia conseguir diante de um fato de doença na família, pensei em desistir da Gira hoje, pensei que a minha dor estava maior do que qualquer ação naquele momento... 

Mas reuni forças na minha fé e foi assim que Eles, os Moradores de Aruanda, me ajudaram, me ensinaram mais uma vez que diante da disposição em vencer os desafios formamos um canal livre para a emanação da força do nosso Pai Olorum, através dos sagrados Orixás, força que vence todas as barreiras que dificultam a libertação do espírito para a ascensão evolutiva.

Estar em um Terreiro de Umbanda é estar livre para Deus, é esquecer as coisas mundanas por um momento e perceber que elas são tão pequenas, tão insignificantes que se perdem em cada firmeza, em cada ponto cantado, em cada bater cabeça, em cada abraço dos nossos guias. 

É nesta hora também que sentimos o abraço sincero de cada filho, de cada irmão, que unidos ali, juntinhos, sentimos a força que a Umbanda tem, a nível material a exemplo do amor fraterno e a nível espiritual a nível do amor de Deus.

Estou por demais agradecida hoje, primeiramente a Deus, nosso Pai Olorum, em seguida aos Sagrados Orixás, amados Guias e Mentores e a todos que fazem a Umbanda com Amor, Fé e Respeito. 

Agradecida especialmente ao Mestre Malunguinho que hoje alegrou meu coração apenas com sua prosa que, aparentemente descontraída, falou com maestria sobre a fé que literalmente remove as nossas montanhas de dissabores. Falou da Justiça de Deus quando "dá o frio conforme a roupa", isto é, todo sofrimento é necessário passar por ele sem queixa e sem esmorecimento, na certeza de que se Deus permitiu é porque sabe que somos capazes de superar e atravessar as intempéries do caminho na certeza de ser um vencedor, basta ter fé. Palavra pequena, mas poderosa em todas as dimensões visíveis e invisíveis. Depois o Mestre deu a palavra para a Assistência do Terreiro que fechou com a sábia frase: "A dor é para todos, mas o sofrimento é uma opção!"

Aproveito a oportunidade aqui não apenas para manifestar o meu agradecimento, mas também para sugerir a todos que queiram compartilhar da experiência dessa eterna aprendiz e amante da Umbanda, que se um dia o desânimo bater a sua porta e aquela sensação de indisposição e aparente falta de forças lhe induzir a não ir ao Terreiro saravá a nossa Umbanda, lute com as forças da fé e vá mesmo assim, pois meu irmão, irás te surpreender com a volta para casa, totalmente restabelecido com novas forças e novas certezas de vida feliz e abundante.

Que a Fé jamais nos abandone! Saravá!

Ednay Melo



Comentários