Livro: O Protetor da Vida

Livro: O Protetor da Vida
Este livro é excelente, narra a história emocionante de um homem que segue a sua natureza divina, íntima, amando ao seu próximo, apesar das dores cruéis que enfrenta perante os desatinos de homens bestiais que marcaram a história na época do Cristo. 

É um romance que fala de amor à vida, com riqueza de detalhes capaz de prender a atenção do leitor do início ao fim. 

O seu conteúdo, transmitido com sabedoria e dinamismo surpreendente entre as cenas, lembra muito as obras espiritualistas que até hoje só conhecemos através dos seguidores da Doutrina Espírita, como "Há 2000 Anos", de Emmanuel, psicografado por Chico Xavier. 

Este livro, "O Protetor da Vida" foi inspirado pelo Preto Velho Pai Benedito de Aruanda, através do saudoso Rubens Saraceni, que foi médium, Sacerdote e escritor umbandista, com mais de vinte livros lançados pela madras editora.

"O Protetor da Vida" convida a todos a praticar o ato de fé na vida! Recomendo.

Ednay Melo

***


Sinopse:

Este é um romance para ser lido com o coração; é uma obra que toca profundamente quem a lê, que mexe com sentimentos íntimos e profundos, que traz à tona uma emoção sincera, verdadeira, capaz de levar às lágrimas. 

Esta é a saga de Aron Bar Ritz, um judeu que fora para a Alexandria ainda jovem. Seu pai, um sacerdote hebreu que mesmo após a chegada dos romanos no Egito continuava arrebanhando ovelhas desgarradas do grande rebanho israelita, o que era muito arriscado, o preparava para dar continuidade a esta missão. Contudo, o jovem Aron teve pai e filhos mortos pelo exército romano; sua mulher, vendida como escrava e perdeu toda a motivação de sua vida. Sem ter mais nada que o prendesse na Alexandria, e na esperança de ainda encontrar sua mulher, Aron decide voltar para sua terra de origem. Como era pessoa instruída, de muitos conhecimentos, neste caminho de volta teve a oportunidade de salvar a vida de um comandante do exército romano e, entre as vítimas de seus sanguinários soldados, conhece Salideh que, com suas três filhas, o faz lembrar-se da sua família perdida. A gratidão do comandante que salvara lhe permite tomar Salideh e as filhas sob seus cuidados pois, do contrário, sabe-se lá o que lhes iria acontecer. E os cinco empreendem um difícil caminho pelo deserto. Aron viu o nascimento de Cristo e o sacrifício de crianças por Herodes, ajudou Jesus a fugir de Belém para o Egito, viu inocentes serem lançados às feras, viveu o amor de três mulheres - todos com a mesma emoção e intensidade - e, mesmo em momentos de morte em vida, sempre renascia e acreditava no poder da vida. Não importava se fosse tempo de dor ou de amor, pois Aron tinha certeza de que tudo tinha o seu tempo e vivera cada tempo de sua vida sem perder a fé nem a esperança. Este é um romance para ser lido com o coração; é uma obra que toca profundamente quem a lê, que mexe com sentimentos íntimos e profundos, que traz à tona uma emoção sincera, verdadeira, capaz de levar às lágrimas.

Madras Editora




Comentários