Postagens

Mostrando postagens de Setembro, 2016

Livro: História da Umbanda

Imagem
HISTÓRIA DA UMBANDA UMA RELIGIÃO BRASILEIRA Autor: Alexandre Cumino
O tempo é muito limitante, mas quando lemos algo com real prazer, conseguimos horas, que passam céleres, para absorvermos e vivermos junto com as palavras grafadas de livros escritos com a alma.

Esse é um magnífico trabalho de revisão bibliográfica, onde o autor não se perde nenhuma só vez, não se distrai ao mostrar os dados históricos, e ao mesmo tempo denota-se a dedicação, a entrega, a obstinação em cumprir a missão, que ao nosso ver, foi atingida com êxito total.

Digo que foi um ato de entrega e disciplina, pelo rigor que emerge página a página, a começar mesmo pela dedicatória:

“Dedico este livro a todos os umbandistas que vão além do simples frequentar ou praticar Umbanda, que estudam e se dedicam, de corpo, mente e espírito à Religião de Umbanda. A estes que afirmam de coração. Sou umbandista!”

Curiosamente, o que primeiramente atraiu fortemente foram os anexos, onde se iniciam pela história do Sr. Zélio de Mo…

Umbanda é Xamanismo

Imagem
Há tempo venho estudando o Xamanismo, procurando estabelecer pontos de semelhanças e diferenças com a Umbanda. Uma das questões que me direcionou a esse estudo e sempre fez despertar minha curiosidade por outras culturas religiosas e espiritualidades diversas é o fato de que na Umbanda se manifestam espíritos de origens diversas, desde um caboclo brasileiro, um escravo, um aborígene, um hindu, um inca ou egípcio.
Essas entidades que alcançaram, e agora se manifestam na Umbanda, não foram umbandistas em sua última encarnação, logo nos ensinam que é possível evoluir e ascender por meio de qualquer tradição, desde que encontre um caminho ético e uma proposta virtuosa. Querer conhecê-los a esses mentores de Umbanda, é mergulhar em universos diferentes e muito ricos cultural e espiritualmente. Essas incursões nos permitem dar conta de que há algo de incomum que permeia as várias culturas do sagrado, independente da complexidade ou evolução tecnológica que certo povo tenha em relação a out…

Descobrindo o Conhecimento Sagrado

Imagem
Quando nos conectamos com a Árvore Sagrada imediatamente estamos nos abrindo à descoberta do conhecimento antigo e suas revelações. A primeira revelação se dá em torno da unidade.
Unidade
Todas as coisas no Universo estão interligadas. Nada existe por si só, isoladamente. Tudo, o que quer que seja, está inter-relacionado. Alcançar a sabedoria é justamente ter a habilidade de ver e entender a simplicidade desta inter-relação e conexão de todas as coisas, aceitando-as como elas são.Como tudo faz parte de um Todo, não podemos entender este Uno simplesmente desencaixando as suas partes. O verdadeiro conhecimento revela que só é possível entender as coisas se conseguimos compreender a forma como elas estão conectadas às demais, lembrando que as partes não podem ser dissociadas do Todo. A ruptura é a perda da harmonia e a quebra do sincronismo do movimento do Universo.
"Cabe ao homem compreender que o solo fértil, onde tudo que se planta dá pode secar; que o chão que dá frutos e flore…

Livro: Magia Xamânica

Imagem
Caminhada de Cura 
Os povos indígenas interpretam a cura como uma conseqüência da relação harmônica do homem com a natureza. A cura, nesta ótica, não significa a supressão imediata dos sintomas ou a resolução, instantânea, dos desequilíbrios que provocaram a desconexão do homem com o Todo sagrado e universal.

Ela pode ser até o simples reconhecimento dos potenciais internos de transformação de cada um, mas, com certeza, representa sempre uma nova oportunidade. Curar-se é desapegar-se do medo. 
Aliás, o contraponto do amor não é o ódio, mas o medo que nos impede de nos entregarmos de forma plena e inteira, de deixarmos fluir o ciclo da vida e das relações. Em todas as tradições xamânicas os processos de cura se realizam por meio de desapego, perdão, liberação e amor.
"Para encontrar uma forma de cura especial, que pudesse responder a um desafio ou a um problema pessoal, nossos ancestrais caminhavam com freqüência pelas florestas ou sobre os rochedos das montanhas em busca de ind…

Mais Elogios e Menos Críticas

Imagem
Um dia uma professora escreveu assim no quadro:

9x1=7
9x2 =18
9x3 =27
9x4 =36
9x5 =45
9x6 =54
9x7 =63
9x8 =72
9x9 =81
9x10=90

Na sala não faltou piadas porque ela tinha errado o 9x1= 7, sendo que a resposta certa é número 9... 
Todo mundo rindo da cara dela, ela esperou todo mundo se calar, aí falou:
É assim que vc é visto no mundo. Errei de propósito pra mostrar a vocês como o mundo se comporta diante de algum erro seu. NINGUÉM te elogiou por ter acertado nove vezes, NINGUÉM te viu acertando e te deu os parabéns, mas TODO MUNDO te crucificou, falou mal de você, riu da tua cara, zombou porque você errou apenas UMA RESPOSTA.
Moral da história:
Devemos aprender a valorizar as pessoas pelos acertos, têm pessoas que acertam muito mais do que erram, e acabam sendo julgadas por apenas UM erro, e não são valorizadas pelos outros NOVE acertos.
Reflita: Isso serve pra muita gente.
Mais elogios e menos críticas.

Por Marcus Fábio Fontenelle






Teorizar a Umbanda

Imagem
A Umbanda não é uma religião de muitas teorias, e sim, uma religião dinâmica, onde este dinamismo advém de uma praticidade vivida no dia-a-dia dos cultos. Não tem como formalizar um estudo umbandista através dos livros ou demais, pois, ao teorizar a Umbanda, cada um o faz dentro de sua prática e vivência, discernindo cada gesto e trabalho dos guias espirituais que convivem, para jogar isto numa teorização. Dentro disso, percebe-se que os guias espirituais trabalham todos dentro de uma mesma hierarquia, é aonde faz casar alguma teoria com a outra, pois, se a teoria de alguém estiver muito fora de cogitação dos padrões umbandistas, então se levanta a suspeita de teoria formalizada na base de inverdades.

Cada guia espiritual que atua na Umbanda traz consigo uma individualidade da qual deposita dentro da formalização dos cultos umbandistas, e esta individualidade traz uma complexidade imensa, onde envolve a característica do guia, a atuação do mesmo perante os preceitos individuais de se…

Homenagem Tulca aos Ibejis 2016

Imagem
Saravá Ibejis!!! Onibejada!!!
Salve o dia 27 de setembro, dia das Crianças na Umbanda!!!  Que esta falange de luz e força abençoe o resgate da criança interior de cada um! Axé com pureza e alegria no caminho de todos, hoje e sempre! Agradecemos a participação e o carinho de todos para fazermos esta linda festa!
Família Tulca em Gira Festiva em homenagem aos Ibejis, no dia 17/09/16



















Família Espiritual na Umbanda / Por Ednay Melo

Imagem
Família Espiritual na Umbanda
Ao abraçarmos uma religião com fé e com o coração, nos deteremos aqui a nossa religião de Umbanda, sentimos plenitude espiritual e muitas alegrias ao percebermos que temos de fato e de direito uma família espiritual.

Mas o que é família espiritual na Umbanda? Os que formam a corrente mediúnica? Todos os que professam da mesma fé na mesma Casa? Todos os que professam da mesma fé em toda uma região demográfica? Todos os umbandistas entre si?

Nos deteremos aqui somente aos encarnados, porque os Guias são nossa família onde quer que estejamos, mesmo fora de uma religião, mesmo que não os conheçamos, mesmo para os de outras religiões que não os consideram ou mesmo não os admitem em suas vidas.

Traremos, a princípio, o conceito de Família Espiritual dado por Jesus, no Evangelho de Mateus, capítulo 12, versículos 46 a 50:

“Enquanto ele ainda falava à multidão, a mãe e os irmãos dele estavam de fora, procurando falar-lhe. E alguém disse-lhe: ‘Olha, tua mãe e teu…

Livro: O Cavaleiro da Estrela Guia

Imagem
O Cavaleiro da Estrela Guia - O Início da Saga é uma psicografia de Rubens Saraceni, inspirada por Pai Benedito de Aruanda, repleta de conhecimentos, beleza e emoção. Neste livro, é contada a história de Simas de Almoeda, ou o Cavaleiro da Estrela Guia, homem perseguido por uma terrível história e por um implacável sentimento de culpa, apesar de suas ações e realizações maravilhosas. Por meio do desenrolar desta narrativa, vários ensinamentos a respeito da realidade do outro lado da vida são revelados, dando ao leitor a exata dimensão dos atos humanos, colocando-o diante de situações que expressam os conflitos do homem do novo milênio, tais como religião, fé, riqueza, poder, alma. Simas de Almoeda foi um juiz da Inquisição, que em sua existência terrena julgava o próximo de acordo com as leis humanas e que, de repente, viu-se diante do tribunal divino, sendo julgado por um juiz implacável: a sua própria consciência. Sua sentença: o tormento. Não se espante se, sem ao menos esperar, v…

Em Serviço Mediúnico

Imagem
Allan Kardec, o emérito codificador do Espiritismo, explicou em termos belos e vigoroso que a mediunidade é coisa santa, que deve ser praticada santamente, religiosamente.
Conquista ético-moral do Espírito no seu processo evolutivo, é imanente à organização perispiritual, expressando-se conforme as necessidades do seu possuidor. Semelhante a outras faculdades da alma, exige cuidados especiais de ordem moral, psíquica, emocional e espiritual, a fim de poder ser ativada e desenvolvida conforme a finalidade a que se encontra destinada pela Divindade.
Instrumento delicado e forte que demonstra a indestrutibilidade da vida, mantém-se como força psíquica libertadora no mecanismo de desenvolvimento das aptidões que jazem em latência no âmago do ser. Ela fomenta os cuidados que devem ser mantidos e trabalhados, tais os procedimentos específicos, como a sublimação do seu portador mediante as ações relevantes da caridade.
Utilizada com sabedoria, é tesouro de valor inestimável pelos bens que p…

As Relações da Umbanda com a Biomedicina

Imagem
"A Umbanda guia os seus consulentes na busca de um melhor-estar e um melhor-viver, mobiliza e combina conhecimentos, práticas e possibilidades de recursos oriundos dos universos médicos, profanos e religiosos, aos quais tem acesso e dos quais incorpora e acumula elementos explicativos e terapêuticos.
Os médiuns umbandistas são terapeutas "construtores de um pluralismo que abrange o que parece a outros contradições", "vão-e-vêm entre as várias fontes de conhecimentos dos quais dispõem" e "pulam as fronteiras entre técnicas ou entre teorias e elaboram no dia-a-dia as práticas híbridas".
Leia na íntegra:
MÉDICOS DO ASTRAL E MÉDICOS DA TERRA / As relações da Umbanda com a Biomedicina - Armelle Giglio - Jacquemot (clique aqui)





Homenagem Tulca aos Mestres Juremeiros 2016

Imagem
Salve os Mestres Juremeiros na Umbanda!
Ontem a nossa Gira foi de festa e de alegria, de força e luz! 
Saravá a jurema dos Mestres é experimentar a força que a Jurema tem!
Os pontos cantados soam como uma explosão energética e dinâmica que ativa corpo, mente e espírito! É impossível estar passivo, todos mergulham nesta vibração de luzes e bençãos!
Só temos a agradecer a presença destes amados guerreiros em nossa Casa e em nossas vidas!
Especialmente ao Mestre Malunguinho, Chefe de falange em nossa Casa, nossa eterna gratidão!
Sobonirê Reis Malunguinho!
Com muito axé a todos! Com muita gratidão a todos que compareceram e contribuíram com suas presenças, carinho e fé.
Salve o dia 18 de setembro! Dia dos Mestres Juremeiros na nossa Umbanda!












O Que é Trabalho Feito?

Imagem
É comum a pessoa numa consulta ou numa conversa com um guia ouvir dizer dele que tem “trabalho feito”. Quando ouvimos esta afirmação normalmente pensamos logo que alguém se submeteu a rituais nos quais uma outra pessoa voluntariamente realizou, pensamos logo em trabalhos de magia negra com fins maléficos, para nós.

É bom termos como conhecimento que muitas vezes uma indicação desta necessita de maiores explicações, e pode constituir fonte de descrédito para o médium e para o guia, porque nem tudo que é “trabalho feito” é feito por outra pessoa. Vamos tentar explicar como isto funciona.

Naturalmente este termo, “trabalho feito”, engloba também trabalho de magia negra, mas a visão de um guia, muitas vezes, não explica como a entidade maléfica foi colocada ali ou até mesmo criada. O Guia, simplesmente constata companhia não positiva. E nós é que deduzimos que foi por magia negra, ou seja, a famosa “macumba”.

O queremos dizer é que trabalho feito, nem sempre significa alguém ir numa encr…