Pular para o conteúdo principal

Destaques

Ter ou Não Ter Altar em Casa?! Por Ednay Melo

Ter ou Não Ter Altar em Casa?!

Com certeza o mundo hoje está mais prático, mais confortável e muito mais rico em informações com o fantástico mundo da internet... Porém, cuidados são devidos porque nem tudo que reluz é ouro!

Fico muito preocupada com as informações sobre Umbanda e muito feliz quando o propagador da informação diz: "Isto que falo é de acordo com a minha Doutrina..." ou "Quem melhor pode lhe informar é o seu Sacerdote!" Bravo! Porque é isto! Somente o seu Sacerdote pode realmente lhe ajudar! O resto é só acréscimo de conhecimento.

Deparei-me com umas informações sobre o ter ou não ter Altar em casa! Pode ou não pode? Deve ou não deve? Lembre-se que é sempre o seu sacerdote quem melhor poderá orientá-lo.

Aqui faço uma breve ressalva sobre o que vi na internet sobre este tema:

Há quem diga que ter altar em casa é maravilhoso! Valoriza a religião! Oferece momentos únicos de reflexão num cantinho sagrado que é só seu! Quem não concorda, segundo o informante, é porque quer manipular a pessoa, propagar o medo, etc, etc, etc...

Realmente, com uma visão bem terrena, é lindo e louvável ter um altar em casa, sem sombra de dúvidas!

Mas vamos um pouquinho mais além, onde geralmente os olhos têm dificuldades para enxergar: Existe algo muito frequente no mundo invisível que é a chamada Obsessão. O fanatismo é um tipo de obsessão severa e grave que permeia silenciosamente muitos medianeiros dos mundos físico e espiritual. A principal ferramenta para o trabalho trevoso desses espíritos é o pensamento! Então, eles sugerem pelo pensamento práticas diversas afim de manter a atenção da pessoa onde eles queiram, para melhor poder manobrá-los e aprisioná-los. Eles muitas vezes passam por Guias! E podem também sugerir que construa um belo altar em casa, onde a pessoa ingenuamente pense que são guias ali firmados, mas que na verdade estarão mais presos aos obsessores. Vocês podem me perguntar: "E os Guias de verdade deixam?" Se for do seu merecimento, deixam sim. Ah, quantas vezes os Guias ficam longe de nós, querendo nos ajudar, mas sem poder porque nós mesmos fazemos a barreira. E a barreira mais frequente é a tal da vaidade.

Porém irmãos que induzem a práticas umbandistas através do mundo virtual, desmerecendo a orientação que cada Guia Chefe passa para o seu Terreiro, tenham muito cuidado porque podem estar angariando mais débitos em vossas contas cármicas, induzindo ou enaltecendo o fanatismo que realmente é a trava para o real e eficaz auxilio espiritual. Lembrem-se que os nossos Terreiros, mesmo com todas as defesas devidamente assentadas, são frequentemente bombardeados por espíritos trevosos, imagine o singelo altar do irmão que estás ajudando a construir. Reflitam!

Ednay Melo





Comentários