Postagens

Mostrando postagens de Junho, 2013

Quanta Ignorância do Saber

Imagem
“- Ah! Como é bom frequentar um terreiro! - Nossa! Quanto conhecimento os Dirigentes do Centro têm, que maravilha e que grande oportunidade de estudo e evolução espiritual. - Nunca mais sairei deste lugar … aqui é minha Casa … me encontrei! ” E na primeira advertência… “- Está vendo, estou sendo perseguido, me passa seu telefone para conversarmos melhor…”
E assim se dá o início de uma grande fofoca, mostrando o lado ignorante do Ser, que acarretará em “ataques”, desequilíbrios e com certeza o afastamento desses médiuns da Casa. É a MALDADE mascarada de amor, de boa intenção, de incompreensão e de vitimismo. Logo em seguida vem o julgamento, a vaidade, a prepotência, a falta de lealdade e de coragem de tratar de seus questionamentos com aqueles que lhe ergueram, ajudaram e ampararam. Momento em que esquecem de tudo e de todos, do carinho, da atenção, do cuidado, do tratamento, dos ensinamentos, das anulações negativas que envolviam as suas vidas, das portas que lhes foram abertas e até m…

Salve o dia 24 de Junho! Kaô Kabecile Xangô!

Imagem
JUSTIÇA E EQUILIBRIO
A justiça é a virtude de dar a cada um aquilo que é de seu merecimento. Deus é justo e gera tudo com equilíbrio. No sentido da justiça todos nós temos os mecanismos mentais necessários para desenvolvermos condutas equilibradas e adquirirmos posturas pessoais sensatas e racionais, anulando nossa emotividade e nosso instinto primitivo. Para isso, somos dotados de livre-arbítrio, quando encarnados.
A qualidade da Justiça Divina, equilibradora, é manifestada pelo orixá Xangô, que purifica nossos sentimentos com sua irradiação incandescente, abrasadora e consumidora das emotividades. Xangô é a força coesiva que dá sustentação a tudo. Ele está na Natureza como o próprio equilíbrio, tanto na estrutura de um átomo quanto no Universo e em tudo que nele existe.
Quem absorve a qualidade de pai Xangô, torna-se racional, ajuizado, ótimo equilibrador do seu meio e dos que vivem a sua volta. A escolha racional nos leva ao equilíbrio da alma, pelo conhecimento da lei que nos rege…

Livro "Teoria da Mediunidade"

Imagem
Indicamos uma excelente opção de leitura, para o aprofundamento do estudo da mediunidade:
Teoria da Mediunidade - 1a edição
Zalmino Zimmermann


Teoria da Mediunidade

A mediunidade é uma faculdade psíquica inerente a todo ser humano.
Com registros desde os tempos mais remotos, suas manifestações receberam, no decorrer dos séculos, interpretações as mais estranhas, com os médiuns mais visíveis sendo, ora venerados e santificados, ora perseguidos e martirizados.
Com o advento do Espiritismo, o fenômeno mediúnico passou a ser racionalmente estudado e compreendido e, embora persistam em pleno século XXI, muitos bolsões de ignorância a seu respeito, os avanços atuais colocam a mediunologia entre os conhecimentos mais nobres sobre a natureza do ser humano.
Nestas páginas, o Autor cataloga e analisa as aptidões básicas e as dezenas de tipos de ocorrências mediúnicas que facultam, de modo a surpreender, até, assíduos leitores dos textos espíritas.
Trata-se, pois, uma obra de estudo e meditaçã…

Tenham Calma, Filhos! - Por Pai Tomé

Imagem
TENHAM CALMA, FILHOS!


Salve os filhos da Terra, essa bolinha azulzinha que a gente põe na palma de nossa mão…
Pai Tomé vem falar com os filhos atormentados hoje, já que muita gente lembrou de nós… e velho deseja agradecer falando um pouco sobre a fé e sobre a importância de se ter calma e controle das emoções.
Tem hora que os filhos parecem não suportar mais algumas dificuldades do dia a dia da vida de todo esse povo da Terra.
Fica uma mistura de medo com cansaço, de dúvida com desespero, de vazio no peito e dores no corpo e na alma.
Às vezes parece que o dinheiro não vai mais chegar, que a saúde não vai mais voltar e que a alegria nunca mais vai brotar no coração.
Todos vocês são iguais, filhos… Essas emoções passam por todos porque estão no mesmo barco…o barco da evolução.
É duro estar aí…
É difícil vencer desafios por vezes gigantescos…
É difícil sentir falta de amparo, de alento, de amor, de amizade…
Mas vai valer à pena, filhos !
O trabalho diário também consome a força de tod…

O Médium de Cura

Imagem
O MÉDIUM DE CURA(Ramatis-Mediunidade de cura Ercilio Maes-ED Conhecimento)


Quais suas particularidades e recursos?
Allan Kardec no Livro dos Médiuns, 2.ª parte, cap. XVI, item 189, registra: “Médiuns curadores – Os que têm o poder de curar ou de aliviar os males pela imposição das mãos ou pela prece. Freqüentemente não é mais do que a exaltação da potência magnética, fortalecida em caso de necessidade pelo concurso dos Espíritos bons”.
PARTICULARIDADES e RECURSOS:
A mediunidade de cura ocorre, basicamente, pela doação de fluido, dirigida por um espírito, com resultados mais ou menos rápidos, dependendo da capacidade do médium e do merecimento do paciente.
Fluido: O que distingue um médium curador Nato, dos demais é a predisposição fluídica especial, que o torna mais eficaz na aplicação do passe. O médium curador, além do magnetismo próprio, possui a capacidade de captar esses fluidos leves e benignos nas fontes energéticas da natureza. A qualidade do fluido emitido pelo médium também i…

Os Perigos da Mediunidade

Imagem
Os perigos e conseqüências da mediunidade mal orientada:

A falta de doutrina e de comprometimento que existe, em muitas casas espiritualistas, coloca em risco a saúde física e psicológica dos médiuns.
Para se ter idéia, há casas que iniciam qualquer pessoa que tenha vontade em trabalhos de desenvolvimento mediúnico de incorporação.
E as pessoas que começam a frequentar os trabalhos, por não terem a menor noção do que é certo ou errado, se submetem.
Na verdade, existem casos em que a mediunidade de incorporação nunca vai se manifestar porque o médium deverá desenvolver outras formas de mediunidade.
Consequentemente, tentando fazer incorporar quem não deve, surgem atrapalhações de toda ordem.
A mediunidade deve ser desenvolvida de forma progressiva e individualizada, e o bom desenvolvimento do corpo mediúnico depende muito da firmeza e da competência do chefe encarnado do grupo e do espírito dirigente dos trabalhos.
Na Terra, a esfera material das diversas formas de religião é conduzida…

Dez Sugestões para Meditar, Antes da Crítica

Imagem
I — colocar-nos no lugar da pessoa acusada, pesquisando no íntimo quais seriam as nossas reações nas mesmas circunstâncias.
II — Perguntar a nós mesmos o que já fizemos, em favor da criatura em dificuldade para que ela não descesse de nível.
III — Reconhecer o grau de responsabilidade que nos compete no assunto em pauta.
IV — Observar o lado bom do irmão ou da irmã em lide, a fim de concluir se não temos mais razões para agradecer e louvar do que para aborrecer ou reprovar.
V — Recorrer à memória e lembrar, com sinceridade, se já conseguimos vencer qualquer grande crise moral da existência, sem o auxílio de alguém.
VI — Verificar, em sã consciência, se temos efetivamente certeza da falta pela qual são apontados o companheiro ou a companheira, em torno de quem somos convidados a emitir opinião.
VII — Deduzir, pelo estudo de nós próprios, se possuímos suficientes recursos para corrigir sem ofender.
VIII — Examinar até que ponto a criatura acusada terá agido exclusivamente por si ou sob …

A Umbanda que Amo

Imagem
Embora o Candomblé seja uma religião respeitável, como todas as religiões, a Umbanda é Umbanda, não é Candomblé. Infelizmente, nessa necessidade de fantasias, muitos dirigentes, que se dizem umbandistas, praticam rituais e atos que são do Candomblé. Acham que “ficam mais fortes”…. Quando se vai acordar para a realidade de que a força é interior e não do exterior, a força é de Deus e não de aparatos externos, a força vem do esclarecimento e não da teatralização?
Ao instituir, em 15 de novembro de 1908, e implantar no Plano físico a religião de Umbanda, o Caboclo das Sete Encruzilhadas deixou claro que estava fundando “uma nova religião cuja base é o Evangelho e o Mentor Maior, o Cristo”. Estamos, portanto, diante da função essencial da verdadeira Umbanda: Evangelizar. Isto significa apontar Jesus como “Caminho, Verdade e Vida” e conduzir os seus adeptos à reforma íntima, mudança de valores, pela extinção da ignorância, da superstição e da crendice, fatores de aprisionamento e estagnaç…

O Servidor Medroso

Imagem
A parábola dos talentos é uma das mais conhecidas dentre as contadas por Jesus.

Segundo ela, um senhor que se ausentaria em viagem chamou seus servidores e lhes confiou seus bens.
A um deu cinco talentos, a outro deu dois e ao terceiro deu um.
Ao retornar de sua viagem, chamou os servidores para uma prestação de contas.
Os dois primeiros tinham multiplicado os talentos recebidos.
O senhor ficou satisfeito com sua fidelidade e prometeu lhes confiar mais coisas.
Entretanto, o terceiro limitou-se a enterrar o tesouro recebido.
Ao falar com o senhor, disse estar ciente da severidade dele e de que ele colhia onde nada semeara.
Por medo, não agira para multiplicar o talento que lhe fora confiado.
O senhor determinou que lhe tirassem o recurso que restara inútil em suas mãos.
É interessante observar a postura desse último servidor.
Por medo, ficou inerte.
Entendeu melhor enterrar seu talento do que se arriscar a cometer algum erro.
Terminou por perdê-lo de qualquer modo, tanto que foi entreg…

Tomadas

Imagem
Para que a luz do bem se faça correta na sua lâmpada mental, é imprescindível que você corrija as imperfeições dos condutores. Basta, somente, que não se descuide de atender aos humildes deveres de fiscalização dos condutores, para que brilhe no seu mundo íntimo a nobre claridade da paz.

Portanto, ore: “a prece é um ato de adoração.”
“Orar a Deus é pensar nEle; é aproximar-se dEle; é pôr-se em comunicação com Ele!”
O pensamento firme é fio de alta tensão com potência valiosa.
Discipline-o, para que dele se utilize na indústria superior do bem.
As ondas vibratórias sempre envolveram o orbe até que Hertz, descobrindo-lhes as leis, as oferecesse à sociedade. A energia hidráulica sempre existiu nas quedas de água até que o homem a utilizasse em favor do progresso.
No entanto, as ondas vibratórias, que conduzem sons e melodias fascinantes, espalham, também, calúnias e apreensões. E a força elétrica que favorece o conforto é utilizada, igualmente, na extinção da vida.
Disciplina da mente – …