Postagens

Mostrando postagens de Março, 2014

A Inatividade Mediúnica Perturba a Saúde do Médium?

O médium de prova é um espírito que antes de descer à carne recebe um "impulso" de aceleração perispiritual mais violento do que o metabolismo do homem comum, a fim de se tornar o intermediário entre os "vivos" e os "mortos". Assim como certos indivíduos, cuja glândula tireóide funciona em ritmo mais apressado - e por isso vivem todos os fenômenos psíquicos emotivos de sua existência de modo antecipado - o médium é criatura cuja hipersensibilidade oriunda da dinâmica acelerada do seu perispírito o faz sentir, com antecedência, os acontecimentos que os demais homens recepcionam de modo natural.
Compreende-se, então, o motivo por que o desenvolvimento disciplinado mediúnico e o serviço caritativo ao próximo, pela doação constante de fluidos do perispírito, proporciona certo alívio psíquico ao médium e o harmoniza com o meio onde habita. Algo semelhante a um acumulador vivo, ele sobrecarrega-se de energias do mundo oculto e depois necessita descarregá-las num…

Livro: Consciência

Imagem
"Mediunidade é assim: os espíritos precisam encontrar, no arcabouço mental do médium, as peças do quebra-­cabeça que querem montar. E se valem tanto de elementos do consciente como do inconsciente; da memória atual ou pregressa. Costumo dizer que a mediunidade funciona como as crianças brincando de Lego. Os espíritos podem abusar da criatividade para arranjar as peças de que dispõem. Contudo, se querem uma peça que não existe, têm que mandar comprá-la. Isto é, quando necessitam transmitir algo, e nada há no psiquismo do médium que possa ser utilizado para tal, precisam incentivá-lo a adquirir aquele conhecimento ou, ao menos, travar contato com aquela matéria, ainda que de modo superficial.
Lembro-me de uma ocasião em que Joseph indicou a Robson um livro chamado "O universo elegante”. O médium se dirigiu à livraria e deparou com algo pior do que imaginava: um livro sobre a teoria das supercordas, tópico recente no estudo da física quântica e da astronomia. Com dor no coração…

Recomendações aos Médiuns

Os médiuns, para bem atenderem em seus trabalhos, devem observar as seguintes recomendações : 

* Fazer exercícios respiratórios, se possível, de manhã e perto de campos e matas (parques), a fim de fortalecer-se com a captação de fluídos e de melhor oxigenação do cérebro, muito bom para a saúde. 

* Orar sempre, a fim de ficar em contato com Deus, pedindo-lhe o fortalecimento de seus guias espirituais, o perdão de seus erros, a proteção para os trabalhos e prática da caridade. 

* Ler, nas horas de folga, um livro instrutivo e positivo sobre Umbanda, Espiritismo, Evangelização, Novo Testamento, ou qualquer livro que traga noções morais e espirituais, reeducando, assim, o próprio espírito. 

* Fazer tudo para ter um dia calmo, sem aborrecimentos, sem problemas que lhe afetem o humor e os nervos, sem discussões com outras pessoas. Evite discussões e aborrecimentos fúteis, procure trazer a paz para que ela te acompanhe, preparando-se durante o dia para realizar bons trabalhos mais tarde no t…

O Dom da Cura

Mas o que vem a ser esse dom de curar?
Será, meu Deus, um privilégio de alguns?
Será esse dom uma raridade?
Quando se fala em médium de cura, todos ficam imaginando uma pessoa especial.

Mas hoje aqui venho, meus companheiros, para dar um pequeno alerta sobre essa faculdade tão comum e tão especial ao mesmo tempo.

Quando uma mãe vê o filho chorar com alguma dor, com carinho o abraça, o afaga
e com os olhos rasos d’água pede a Deus que o cure.
E essa criança, de repente, pára de chorar. Houve milagre?

Não, amigos, essa mãe usou o seu dom de curar: o Amor.

E nós assim faríamos se tivéssemos realmente esse amor incondicional.
E unidos à fé faríamos o que muitos denominam milagre.

Mas nós, estudiosos do espiritismo, já sabemos que tais milagres não existem, que são apenas magnetismo, energia, fé, boa vontade e amor doado pelos médiuns e manipulados por nós.

Há o fator merecimento. Esse, Deus é que julga.

Na hora de darmos um passe não nos importa saber se aquele ser ali é merecedor ou não, façamos a no…

Mensagem do Caboclo Tupinambá

Imagem
Sim, seu caminho é a Umbanda enquanto você valorizar a experiência espiritual com os Orixás, Guias e Mensageiros do Astral que se desdobram em muitas formas para te auxiliar. 
Seu caminho é e sempre será a Umbanda, enquanto você acender uma vela e sentir que ela fala contigo, enquanto você escutar o som do atabaque e seu corpo aquecer num compasso de vibrações e arrepios, enquanto você sentir o aroma das ervas transmutadas em fumaça ao contato com a brasa incandescente e for acometido da sensação de estar sendo transportado para outro lugar, a Umbanda continuará sendo seu caminho enquanto o brado dos Caboclos te arrepiar, o silêncio dos Pretos Velhos te emocionar, o gracejo dos Baianos te alegrar, a sinceridade dos Exus te curvar, a simpatia das Pomba Giras te atrair e a ciranda dos Erês te relembrar que, apesar dos pesares, o mais importante é não perder a pureza das crianças. 
Sim, seu lugar é no Templo que frequenta, enquanto os espíritos regentes ainda forem referências de aprendiza…

A Saúde pode ser Afetada pela Obsessão?

Imagem
Desafio está em conhecer origem dos casos


Uma interessante matéria publicada por Allan Kardec na Revista Espírita utiliza a expressão loucura obsessional. O texto, que recomendamos aos leitores, é um estudo sobre os Possessos de Morzine, uma localidade em determinada região francesa, alvo de carta endereçada ao Codificador pelo capitão B. (membro da Sociedade Espírita de Paris e naquele momento radicado na cidade de Anecy). Allan Kardec publicou a carta na edição de abril , seguida de instruções dos espíritos Georges e Erasto e ainda acrescentou lúcido comentário sobre a questão. Depois na edição de dezembro voltou ao assunto, desdobrando-o em bem argumentada análise.


Trata-se de uma obsessão coletiva que atingiu toda uma coletividade e Kardec usa nas duas edições referidas toda a lógica da Doutrina Espírita para explicar a questão da natureza dos espíritos e sua permanente influência junto à humanidade através do perispírito e da mediunidade. Porém, abre importante caminho no entendi…

Histórias e Lendas Ciganas

Imagem
“Águia voa alto, mas com as asas cortadas, não passa de galinha grande.” (provérbio cigano)

Em 1987 eu viajava pelo sertão da Bahia, onde colhia material de estudo e reencontrava alguns irmãos da grande tradição da Jurema Sagrada (Catimbó). No povoado de Quiçé conheci Seu Manuel Ferrer, um raizeiro e benzedor. Tio Manolo, como também era chamado, nasceu cigano de mãe e vaqueiro de pai, como dizia. Depois de uma vida atribulada, mergulhou sertão adentro, onde aprendeu os mistérios das raízes com Dona Maria Tiana, uma santa curandeira. O contato com este personagem magnífico, me proporcionou as duas lendas que aqui reproduzo. Como são materiais inspiracionais, recomendo que os leitores não se preocupem com o sentido histórico ou a legitimidade cultural. Não é com a mente que as lendas são compreendidas, é com o coração.

O CIGANO JACÓ E O NAZARENO “O galo pode cantar quanto quiser, mas nunca porá ovos”. (provérbio cigano)

- Jacó era um ferreiro cigano e passava por Jerusalém no tempo de J…

Macumba para Trazer o seu Amor de Volta

Macumba para trazer seu Amor de volta... Preste bem atenção... porque serve para todos que procuram uma solução eficaz... serve pra ele e para ela!


Ingredientes: 


Pegue um pedaço do sofrimento que causou.
Algumas gotas de tristeza que deixou ficar.
Junte em um coração ferido pelo seu esquecimento.
Coloque tudo em uma pessoa que outrora você amou
Alias, leve também aquela rosa vermelha que esqueceu de entregar a ela
Ou talvez os bombons que não comprou no aniversário dela.
Perfume-se com o odor dos ignorantes na arte do amor.
Velas? não precisa não vai conseguir acender a chama naquele coração novamente.
Onde fazer a macumba:
Leve tudo isso dentro de você e entregue em um jardim bonito, Onde fica?
No lugar que você deixou de levá-la um dia.
Deixe tudo no chão que gostaria de sentar-se com ela.
Deixe ali e vire-se de costa, como você sempre virou a aquela que amou.
Não olhe para trás, não vai adiantar ser curioso, não encontrará ninguém te esperando.
Depois de tudo isso feito, no dia seg…

Livro: História da Umbanda no Brasil

Imagem
A história da Umbanda é uma grande pesquisa em construção. 
Genuinamente brasileira, e com pouco mais de um século de existência, essa religião está cercada por muitos mistérios. Para entendê-la é necessário conhecer seus aspectos fenomênicos, magísticos, mediúnicos, ritualísticos, doutrinários e filosóficos, nas suas causas. Sua divulgação é necessária para que, cada vez mais, umbandistas e adeptos dos cultos afro-brasileiros conheçam suas origens e seu desenvolvimento.

A História não comprova os fatos; esse atributo pertence à Ciência. O que o historiador faz é registrar os fatos com o olhar de pesquisador e com sua metodologia e influência política, social e religiosa próprias. Foi essa a metodologia utilizada por Diamantino Trindade ao preparar esta obra, cujo principal objetivo é resgatar a memória dos pioneiros, das entidades espirituais, dos médiuns, escritores, tendas, terreiros e outras instituições que estruturaram o Movimento Umbandista. Uma abordagem sobre as religiões …

Que Aparência têm os Espíritos?

Você já pensou em como é a aparência dos Espíritos depois da morte?
Terão a aparência de fantasmas?
Serão como uma nuvem de fumaça?
Ou será que se apresentam como uma assombração?
Nem uma coisa, nem outra. Os Espíritos mantêm a aparência que tinham quando encarnados no corpo físico.
Já tivemos notícias de vários casos de aparições de Espíritos em todo o Mundo. E, em todos os casos, que se tornaram célebres, as pessoas que tiveram as visões afirmam que o Espírito tinha um corpo.
Podem ter uma luminosidade diferente, mas a aparência é de um ser humano.
Um dos casos bem conhecido de todos nós é o encontro de Jesus com os Espíritos de Moisés e Elias.
Diante de Jesus e dos Apóstolos Pedro, Tiago e João, esses dois Espíritos se tornaram visíveis e com a mesma aparência que tinham quando seu corpo era de carne.
Outro exemplo é do próprio Cristo. Após a crucificação, Ele surge entre os Apóstolos e convive com eles por algum tempo.
Sua aparência era a mesma de antes, a tal ponto que todos O re…

Quaresma

Imagem
A QUARESMA é o período de quarenta dias que antecede a Páscoa* Católica/Cristã.
A Páscoa é o ápice do calendário cristão, morte e ressuscitação de Cristo é o mistério maior da Igreja Católica.
Todo o sentido do catolicismo está em torno deste mistério e desta forma se torna um período especial para os católicos.
Quarenta dias é considerado um período ideal de recolhimento, oração e jejum para todos que querem se preparar para um renascimento. Da mesma forma Jesus se recolheu durante quarenta dias no deserto antes de assumir completamente sua missão.
A quaresma também é considerada um período de trevas, pois neste período se revive a perseguição e a crucificação de Cristo, onde as trevas aparentemente triunfam, para então o renascer da luz com a ressuscitação, na Páscoa.
O católico e outros cristãos de Igrejas dissidentes comemoram quaresma e páscoa de uma formas muito parecida.
Nós Umbandistas não carecemos de quaresma, não revivemos os momentos de dor de Cristo e muito menos o ideali…

O Exu na Igreja Evangélica

Imagem
Mais um texto adequado a todas as épocas: tem muito kiumba passando-se por Exu e muita mente invigilante acreditando nisto... E os nossos veneráveis Guardiões firmes e fortes no cumprimento da sua missão: fazendo o bem sem olhar a quem! Laroiê todos os Exus de Lei! (Blog Tulca)
***

O Exu na Igreja Evangélica

A tolerância à diversidade é a palavra de ordem do momento. Longe de querer pregar o repúdio a qualquer religião, pois todas exercem sua função social e espiritual, esse texto tem o objetivo de mostrar que em alguns templos o nome das entidades da Umbanda Sagrada é usado de maneira pejorativa e que ainda assim os incansáveis trabalhadores do Astral não baixam sua guarda e nem deixam de dar proteção àqueles que os difamam.

Quantas e quantas vezes as entidades da Umbanda, em especial os compadres exus e as senhoras pombogiras, são invocadas nas igrejas evangélicas, como se fossem responsáveis por todo tipo de mal que afeta a vida de pessoas sofridas, que buscam solução para seus prob…