Junho 2014 - Tenda de Umbanda Luz e Caridade - Tulca
logo

A Ética e a Moral nos Cultos Afro-Brasileiros

Ao contrário do que muitos pensam, a ética e a moral são de importância substancial no pensamento e na vida dos africanos, que são baseadas nos costumes, em leis tradicionais, tabus e tradições de cada um dos povos da África. Deus é visto como o derradeiro sancionador e sustentador da moralidade. O…
logo
Decálogo para Médiuns

Decálogo para Médiuns

Não afastar-se dos deveres e compromissos que abraçou na vida, reconhecendo que é impossível manter intercâmbio espiritual claro e constante com o Plano Superior, sem base na consciência tranquila. Não descuidar-se do autodomínio, a fim de controlar as próprias faculdades. Não ignorar que desenvolvim…
logo

Características Gerais de Algumas Ervas

Para banhos e (ou) defumações com várias finalidades  Arruda – Ótimo protetor astral, desagrega larvas astrais e energias enfermiças. Quebra as formações energéticas negativas resultantes de acúmulos de pensamentos negativos e de atuações do baixo astral. Alecrim – Desagrega energias enfermiças, limpa…
logo
Independência Umbandista

Independência Umbandista

O Umbandista, em verdade, pode e deve: Estimular as boas obras, mas saber com que meios; Ler de tudo, mas saber para que; Andar em qualquer parte, mas saber para onde; Cooperar no bem de todos, mas saber com quem convive; Prosperar, mas saber de que modo; Guardar a fé, mas saber porquê; Agir quanto…
logo
Desdobramento do Sonho

Desdobramento do Sonho

Todo Sonho é um Desdobramento? Desdobramento é a projeção da consciência para fora do corpo físico, é uma capacidade inerente a todo ser humano. Ele se efetua durante o sono e durante o transe mediúnico, porém o sono é o principal mecanismo que desencadeia o desdobramento. Há controvérsi…
logo
Saravá Iansã! Eparrê!

Saravá Iansã! Eparrê!

Sagrada Mãe Iansã, eu não sei rezar, não sei fazer clamores e muito menos escrever direito, mas eu venho aqui, de coração falar com a senhora... venho pedir... pra variar... isso eu sei fazer minha mãe, pedir... venho falar, reclamar, questionar... sou displicente, sou humano, e sei fazer tudo isso…
logo
Saravá Iansã! Eparrê!

Saravá Iansã! Eparrê!

Sagrada Mãe Iansã, eu não sei rezar, não sei fazer clamores e muito menos escrever direito, mas eu venho aqui, de coração falar com a senhora... venho pedir... pra variar... isso eu sei fazer minha mãe, pedir... venho falar, reclamar, questionar... sou displicente, sou humano, e sei fazer tudo isso…