Postagens

Mostrando postagens de Abril, 2015

Comprometimento Mediúnico

Imagem
A tarefa mediúnica deve ser prioridade, se não dificilmente será realizado um bom trabalho para o médium e para os outros. Não basta ter o fenômeno da incorporação e deixar que a Entidade faça tudo. Existe uma parceria entre médium e guia. O médium tem responsabilidades e não depende só da Entidade. (Velas, banhos, firmezas, orações) se você não assumir um compromisso com a espiritualidade o trabalho espiritual fica para segundo plano. Então é melhor voltar para a assistência. Porque sem o seu comprometimento, a cobrança vai cair para o Dirigente e a responsabilidade dele é enorme. Para que as Entidades ajudem é preciso oferecer uma base. Mas muitos ficam na expectativa que “eles vão resolver tudo” e não procuram a renovação. Chico Xavier dizia: as escolas estão presentes em nossa vida assim como a água nutre o nosso corpo. O conhecimento traz uma nova expectativa de vida. Sem conhecimento não podemos tirar conclusões precipitadas. Oxosse atua no conhecimento. Algumas pessoas não sab…

Isso é Umbanda

Imagem
Imagine um abraço fraterno em 360 graus: isso é Umbanda.
Imagine uma vela acesa com fé gerando mais energia que uma usina nuclear: isso é Umbanda.
Imagine Divindades, Anjos, Santos, Sábios, Magos, Gênios, Sacerdotes, Xamãs, Babalaôs, Pajês, Iniciados, Cientistas, Curadores, trabalhadores da Caridade de todas as épocas e culturas voltando à Terra para restaurar a Paz e Lei Maior: isso é Umbanda.
Imagine a última peça que falta no milenar “quebra-cabeça” que compõem a sua Alma: isso é Umbanda.
Imagine traumas, neuroses, fobias, vírus e bactérias físicas e astrais sendo dissolvidos na baforada de um cachimbo: isso é Umbanda.
Imagine a Pemba traçando e reproduzindo os Códigos Sagrados da Criação: isso é Umbanda.
Imagine o padê de Exu promovendo a harmonia entre Luz e Trevas: isso é Umbanda.
Imagine o médium descalço vestido de branco iluminando-se por dentro: isso é Umbanda.
Imagine o consulente confortado e esclarecido subindo mais um degrau evolutivo: isso é Umbanda.
Imagine o Homem se…

A Origem das Imagens de Iemanjá

Imagem
A ORIGEM DAS IMAGENS DE YEMANJÁ
Você sabe a origem das imagens de Yemanjá (branca) que povoam o imaginários dos umbandistas brasileiros?
Esta matéria faz parte do livro "História da Umbanda no Brasil - Volume 3" (Diamantino Fernandes Trindade) que se encontra em fase final de produção.

DALLA PAES LEME E O FAMOSO QUADRO DE YEMANJÁ
Diamantino Fernandes Trindade
De acordo com o escritor José Beniste esta imagem de Yemanjá usada pela Umbanda, da mulher pairando sobre as ondas, foi criada na década de 50 como uma forma da Dra. Dalla Paes Leme ser homenageada pelo marido. Ela era magra e tinha traços indígenas, por isso o quadro que foi pintado a óleo, era de uma mulher morena de cabelos longos e negros. Este quadro percorria casas e terreiros, dentre os quais o de Benjamin Figueiredo, da Tenda do Caboclo Mirim e a casa de Alziro Zarur que na época era ligado ao espiritismo. Este mesmo quadro foi que deu inicio às giras de fim de ano promovidas pela Umbanda nas praias cariocas e …

Situação do Espírito Desencarnado

O transe da morte é sempre um estado de crise para qualquer indivíduo, variando conforme o adiantamento moral de cada um. Daí a passagem do estado da matéria para a vida espiritual acarretar uma espécie de perturbação mais ou menos longa, até que se quebrem todos os elos entre o Espírito e sua organização física.
Essa crise é um fenômeno natural. Pensemos na hipótese de alguém ter de mudar, abruptamente, do Nordeste brasileiro para um país europeu ou vice versa. A mudança repentina implicaria um distúrbio tal no indivíduo, que este levaria algum tempo para se descondicionar do ambiente anterior e se adaptar às novas e diferentes condições de vida. Que diremos, então, da morte em que o fenômeno de desagregação do corpo processa uma modificação muito mais violenta? Além disso, vários fatores intervêm na situação do desencarnado logo após a morte: a idade em que ocorreu a desencarnação (jovem ou idoso?), o tipo de morte (natural ou violenta? ), se era apegado ou desprendido dos bens mate…

Desapego – Pai João de Aruanda

Imagem
Somos como as folhas de uma grande árvore. Quando o vento passa, nos leva para onde a força da vida indicar.
Todos são espíritos. 
Todos são imortais. 
Nós não temos cor, não temos raça nem bandeira que limite nossa ação.
Ás vezes é preciso que o vento nos leve até determinado lugar para ai desempenharmos uma tarefa. A gente se esconde num corpo quente, num coração amoroso e então renasce vestido de carne, com roupa branca ou preto, ou amarelo, bonita ou feia. Quando chega a hora e o vento sobra, partimos deixamos a roupa usada e rumamos para onde a vida no conduzir, para viver outra experiência. Por isso é que devemos nos desapegar das coisas do mundo, mesmo daquelas que são boas. Estamos de passagem. Somos todos peregrinos, romeiros da vida.
Em nossa viagem pelo mundo só possuimos, na verdade, aquilo que doamos, que oferecemos á vida: o amor, as virtudes, o bom caráter. As outras coisas são muletas que usamos para ajudar na caminhada, assim que aprendemos a andar direito, com a cab…

O Jardineiro da Vida – Pai João de Aruanda

Imagem
Um dia eu ouvi uma história na senzala. Era mais ou menos assim: 
“Um jardineiro saiu plantando flores para embelezar a paisagem triste de um lugar no mundo. Como o chão era muito fértil, as sementes e as mudas foram caindo e brotando, formando um jardim vistoso e bonito. Mas era de uma beleza simples, diferente. Junto com as flores nasciam outras ervas, outras plantas que o jardineiro não havia semeado. O jardineiro observava com cuidado, pois havia decidido não arrancar as ervas. Ele iria esperar até o tempo certo e então resolveu adubar e fortalecer as flores. Elas, que já eram tão bonitas, ficaram mais vistosas e se elevaram acima das outras ervas, que foram sufocadas pela simplicidade e pela beleza das margaridas, das hortênsias, dos cravos e dos jasmins. Tudo florido e bem cuidado, não havia lugar para o mato, que aos poucos foi desaparecendo diante de tanta coisa bela e boa.”
Pense nessa história simples e analise a sua vida, suas atitudes. De cada planta utilizada na fitotera…

Homenagem a Ogum 2015

Imagem
Gira festiva em homenagem a Pai Ogum, Orixá da Lei e da abertura de caminhos, que nos abençoa a cada instante da nossa fé, nos dando força e coragem para lutar e vencer todos os desafios, principalmente aqueles que estão dentro de nós em uma luta constante entre o Bem e o mal que  delineiam as nossas qualidades e imperfeições. Obrigado por mais um ano de trabalho na Umbanda, dando a firmeza, força e proteção constante a nossa Tenda! Sejais por nós, meu Pai, hoje e sempre. Salve o seu dia, 23 de abril, salve o seu mês de vibração maior da tua luz e da tua força!
Saravá Ogum! Oooooooooooogunhê!
Família Tulca em 18/04/2015




O Passe

Imagem
Que são fluidos? Os fluidos são o veículo do pensamento dos Espíritos, tanto encarnados quanto desencarnados. Todos estamos mergulhados no fluido cósmico universal, substância básica da Criação, que varia da imponderabilidade até a ponderabilidade. Os fluidos espirituais estão impregnados dos pensamentos dos Espíritos, portanto varia de qualidade ao infinito. A atmosfera fluídica é formada pela qualidade dos pensamentos nela predominantes.
O que é o Passe? É a transferência de fluidos de uma pessoa a outra, através da prece e imposição de mãos, procedimento largamente usado nos centros espíritas. As energias são oriundas dos fluidos humanos (do passista) e fluidos espirituais (dos Espíritos que trabalham com a equipe de médiuns). Existem três tipos de magnetismo: o humano, o espiritual e o misto. O tipo de magnetismo utilizado nas casas espíritas é o misto, pois à ação dos encarnados soma-se a ajuda benéfica dos Espíritos que trabalham na área, qualificando, direcionando e potencializa…

A Rosa no Peito

A Rosa no Peito - Mensagem da Senhora Pombagira Maria Rosa Caveira
Todo mundo quer ter um amor na vida. O amor da família, o amor dos amigos, o amor de alguém especial. Um bom trabalho também é amor, é o amor refletido na profissão. Uma boa moradia também é amor, é o reflexo do amor no lar. Há muitas formas de amor e todas são boas, todo mundo quer ter isso.
Mas o amor não é espelho. O amor não acontece de igual para igual, não impõe condições. O amor só acontece, e pronto!...
O que eu quero dizer? Quero dizer que o amor envolve aceitação.
Para amar alguém ou alguma coisa, é preciso haver aceitação. Compreender que as pessoas e as coisas nem sempre virão exatamente como a gente queria. O amado nem sempre terá o mesmo gosto que a gente, o mesmo temperamento, a mesma disposição, o mesmo ritmo pra fazer as coisas, o mesmo olhar para a vida.
E as coisas que acontecem, as oportunidades e situações que surgem em nossa vida também nem sempre virão daquele jeitinho que imaginamos. Mas aí é qu…

A Umbanda e Seus Consulentes - Por Ednay Melo

Imagem
A famosa frase do Caboclo das Sete Encruzilhadas: "A Umbanda é a manifestação do espírito para a prática da caridade" ilustra perfeitamente o objetivo da religião. Mas como entendermos o que é a caridade??? Centenas de pessoas procuram os nossos Terreiros, na maioria das vezes, na busca de soluções para os seus problemas imediatos e para apaziguar os seus sofrimentos. Diante do merecimento de cada um e da permissão de Deus, muitos conseguem respostas e soluções para os seus intentos, porém muitos não conseguem, por que será??? Será que a caridade não está para estes? Voltamos  a nossa pergunta inicial: O que é a caridade?
Na nossa humilde opinião, caridade é a ação que torna o ser humano melhor, daí a sua prática para efeito positivo e a longo prazo, está na promoção do conhecimento consciencial da existência de cada ser, na valorização do indivíduo como agente do mundo a sua volta e como se tornar cada vez mais uma pessoa equilibrada e feliz.
Infelizmente existem pessoas m…

O Médium está pronto para o trabalho

Imagem
Trecho retirado do Livro Umbanda Luz e Caridade - Ednay Melo
À venda no Clube de Autores