Como Crescer Espiritualmente - Tenda de Umbanda Luz e Caridade - Tulca .

18/06/2022

Como Crescer Espiritualmente

Como Crescer Espiritualmente


A CARIDADE - É uma Luz que se acende nos corações iluminados. A caridade é como bálsamo: anima e enaltece o bondoso espirito benfeitor. Um só pensamento bom que você dirige com amor para o seu próximo, é caridade. Especialmente quando estiveres no Templo Umbandista tenha sempre bons pensamentos, especialmente por aqueles que te magoaram, por aqueles que estão lhe causando problemas. Eles podem ser uma provação na sua vida. Ore por eles e veja quanta paz sentirá no seu coração. Deixe a luz dos Iluminados Guias Espirituais penetrar na sua alma, irradiando a beleza interna do seu coração. Deixe que suas lágrimas escorram livremente, esvazie este cantinho sagrado que se encontra carregado de tristezas e magoas. Você verá que o espaço esvaziado será logo preenchido de paz, amor, alegria e esperança. Esqueça a tristeza e abrace a alegria.

A FÉ - Todos nós recebemos uma pequena semente chamada "FÉ". Para que ela germine, cresça, floresça e frutifique é necessário que a plantemos em terra fértil, um Templo. Não importa o nome que lhe deem, tendo ele o alimento da vida que se chama DEUS, este Templo será maravilhoso. Feita a escolha do plantio, devemos regar cuidadosamente a nossa semente e zelar pelo seu crescimento. Somente assim, poderemos colher bons frutos da fé.

Um homem sem fé é como um caroço seco – não serve para nada. É um ser pobre com uma semente esterilizada que mesmo que se plante nada tem a colher. A árvore da vida é a nossa fé. Nela devemos construir a nossa morada e recolher os frutos para presentearmos a Oxalá.

O MEDO - O medo é um dos nossos maiores inimigos. Quantas coisas deixamos de fazer e de aprender porque sentimos medo. Sentimos medo de perder, errar, magoar, etc. E não pensamos que muitas vezes é necessário perder para saber valorizar, errar para aprender e magoar para alertar. Seja prudente e responsável nas suas decisões, mas nunca sinta medo de falar a verdade, doa a quem doer. Se você está com dificuldades para tomar uma decisão na sua vida, é sinal de que ainda não conseguiu se desprender do medo. Ainda valoriza demais a força desse inimigo invisível - O Sr. Medo. Até quando vai continuar sofrendo por causa dele? Somente você será capaz de vence-lo, mostrando-lhe sua coragem e fazendo a sua parte na história da vida. Precisamos de muita coragem para alcançar o caminho da felicidade.

O CORAÇÃO - É o cofre da alma. Nele guardamos todas as coisas boas que juntamos em nossas vida. Guardamos tudo o que julgamos importante e carregamos a chave no pensamento. Logo, reconhecemos as almas nobres pela riqueza dos seus gestos e de suas ações. Aconselhamos que você vasculhe o interior do seu coração, verifique se tudo o que está dentro dele é importante.. As vezes por descuido, guardamos algumas magoas e rancores que acabam tomando o lugar de sentimentos importantes, tais como o amor, a alegria, a humildade e a simplicidade. É muito fácil limpar esse cofre que só você carrega a chave: abra, ilumine, purifique e veja que sensação de PAZ é estar com o coração sempre limpo.

A LUZ - Todos nós estamos sujeitos a cair. A estrada que percorremos é estreita e deformada, com alguns trechos escuros e perigosos. Estamos sujeitos a muitas quedas, por vezes nos machucamos profundamente. Em compensação, passamos por belíssimos trechos com flores, pássaros, rios, e cachoeiras. Encontramos tantos amigos, que a nossa vida torna-se uma festa. Por isso não devemos esquecer da realidade da vida, enquanto estamos passando por trechos maravilhosos. Devemos aproveitar os bons momentos da vida, sem esquecermos dos trechos trevosos que também fazem parte de nossa caminhada. Na Luz, prepare-se para atravessar seus momentos difíceis. Nas Trevas, concentre-se no que aprendeu na Luz, e faça algo de bom. Hoje, você não está num trecho escuro, os mensageiros da Luz estão à sua frente. Concentre-se neles, peça-lhes forcas para atravessar os trechos escuros de sua caminhada.

AS LÁGRIMAS - As lágrimas que não secamos com o lenço, são as lágrimas que derramamos muitas vezes sorrindo e servindo. As lágrimas que banham o coração é o pranto mais dolorido que derramamos internamente. Há momentos em que precisamos dar vazão as lágrimas represadas em nossa alma, pois até os rios despejam nos mares os seus excessos. De vez em quando, precisamos deixar escorrer as lágrimas sem nos sentirmos culpados. Doutrine a sua mente, o seu coração e os seus olhos para não ficar viciado no choro, mas não se envergonhe de chorar, pois Oxalá também chorou. Se tiver de chorar, chore, solte a trava que bloqueia o seu coração.

A MISSÃO - Há dias na vida em que não temos ânimo para nada. Parece-nos que tudo se torna triste, amargo, sem cor. Olhamos de um lado para o outro e fazemos uma série de perguntas, tais como: o que tenho feito em minha vida? Para que sirvo? Nada mais tenho a fazer de bom para mim e nem por ninguém? Valeu a pena ter feito tantos sacrifícios pela minha família? E pelos amigos? Vem sempre aquela duvida fatal: "Vale a pena continuar vivendo?" Preste atenção no que vou lhe dizer: Tudo o que você fez de certo e de errado na sua vida valeu a pena. Tudo o que você viveu, valeu a pena. Tudo o que ainda tem por fazer, valerá a pena executar. Pense no quanto Oxalá te ama, confiando à você uma missão tão delicada: A VIDA. Pense no quanto você ainda pode fazer pelos seus semelhantes! Quando salvamos uma serpente da morte, Deus nos abençoa; imagine se salvarmos um nosso semelhante!

Autor desconhecido 







Nenhum comentário