A Missão Espiritual - Tenda de Umbanda Luz e Caridade - Tulca

12/03/2023

A Missão Espiritual

A Missão Espiritual

Quando aceitamos a missão espiritual, temos que ter a ciência de que sofreremos todo tipo de ataques, espirituais e carnais. Seremos julgados, desacreditados e até expelidos.

Quando enveredamos pelo caminho do autoconhecimento, devemos saber que enfrentaremos nossos maiores inimigos, nossos próprios demônios. E que isso irá doer profundamente, machucar e nos dilacerar internamente.

Quando aceitamos o cargo de guerreiros da Luz entenderemos que as sombras não aceitarão tão facilmente a nossa presença, que a batalha será árdua, e que essas sombras residem em tudo e todos, em nós e nas pessoas que amamos. Que nossa maior vitória será não sermos corrompidos, e seguirmos no caminho reto e justo. Mesmo caindo e muitas vezes esmorecendo.

Quando vestimos nossa armadura, vestimos também nossa coragem, bravura e honra. Nos munimos das armas mais poderosas, nos armamos com sabedoria, verdade e amor. E levantamos a bandeira da paz, da generosidade e da caridade.

Mas sabe o que é mais importante quando aceitamos essa função? Que temos uma retaguarda, uma espiritualidade que nos ampara, nos acolhe e nos ama. Quantas vezes em prantos deitamos no colo do nossos amigos espirituais? Que nos sustentam e nos levantam quando mais ninguém o faz. Errar faz parte e consertar ensina.

Aceitem suas missões, abracem suas causas, na jornada nunca estamos sós, e no meio do caminho vamos atraindo irmãos que vibram na mesma energia. Não há o que temer, o bem e a luz são mais fortes que qualquer obstáculo. Tenham fé em si, na vida e no poder supremo!

A.D.

***

O MÉDIUM NÃO É IMUNE AOS PROBLEMAS DA VIDA

Toda pessoa que se propõe a fazer parte de um terreiro deve entender que:

Médium também passa por lutas, dificuldades, perdas, crises, erra, precisa de descanso, precisa de ajuda.

Médium é humano, também cansa, também chora, tem sentimentos, também desanima, também fica doente, fica desempregado, sofre traições, também tem família e também precisa de orações.

Portanto, não adianta achar que só porque você faz parte de um terreiro e incorpora entidades você terá uma vida perfeita e sem dificuldades.

O bom médium não é aquele que não erra mas aquele que se levanta todas as vezes que cai e que nunca desiste da mudança que ele sabe que precisa ter. 

O bom médium reconhece suas fraquezas, mas nunca usa elas como desculpa para justificar seus erros.

Muitos querem ser médiuns pensando que ser médium é ter status, é ser visto e aplaudido por muitos. Ledo engano! 

Entendam: Uma pessoa que não tem o chamado para servir como médium nunca  entenderá essa missão.

As vezes, a falta de entendimento levam as pessoas a pensarem que um médium é um “super herói”, que não se entristece, que sempre está feliz, que nunca falha, que é sempre forte, que vive motivado, que não padece necessidades. 

Essas pessoas acabam esquecendo que um médium é um ser humano normal falível.

A missão mediúnica é árdua, não existe atalhos. 

Servir como Instrumento da espiritualidade, ao contrário do que alguns pensam, não é nada fácil. 

Jefferson Santana.

Ps: O comprometimento com a missão que lhe foi confiada, faz com que esse médium/trabalhador se fortaleça cada vez mais em sua fé e com isso amenize seu sofrimento perante as dificuldades que irá passar.









Nenhum comentário

Compartilhamento redes sociais