Saião ou Folha-da-Costa - Tenda de Umbanda Luz e Caridade - Tulca
logo

Saião ou Folha-da-Costa

Publicado em 05/03/2023

Saião ou Folha-da-Costa

Nomes científicos: Kalanchoe brasiliensis Cambess / Bryophyllum Pinnatum.

O Saião, também conhecido como folha-da-costa, coirama, folha-da-fortuna, ou orelha-de-monge, é uma planta medicinal rica em flavonóides, taninos, esteróis e compostos fenólicos, que têm propriedades anti-inflamatórias, analgésicas e cicatrizantes, sendo, por isso, muito utilizado na medicina tradicional para o tratamento de diversos problemas de saúde, principalmente gastrite, dor de estômago ou feridas na pele.

Estudos sugerem a cura do vírus HPV, auxílio no combate às bactérias, à retenção de líquidos, no combate à anemia, pois aumenta a hemoglobina do sangue (não usar em casos de dengue, pois reduz o número de plaquetas) e, também, estudos que comprovam a eficácia do saião no tratamento da leishmaniose. Foi demonstrado que o suco das folhas do saião possui atividade anti-histamínica e antialérgica. Um estudo divulgado pela International Journal of Research in Ayurveda and Pharmacy mostrou que o saião pode ser eficaz para reduzir o nível de açúcar no sangue, sendo recomendado para diabéticos como terapia complementar.

A cultura popular considera essa erva como milagrosa, há quem relate cura de otite, doenças pulmonares, tosse com secreção, febre e até câncer. No entanto, embora tenha muitos benefícios, esta planta medicinal não substitui o tratamento médico convencional e deve ser usada com orientação do médico ou de um fitoterapeuta.

Planta perene, que mede de 90 a 150 cm de altura, possuindo haste alta e oca, com folhas suculentas e ovaladas. Cultivada também para fins ornamentais. As flores são pedunculadas, em formato de sino.

A parte mais utilizada do saião são as folhas, que são utilizadas na preparação de chás, sucos, infusões ou pasta para aplicar na pele. Também podem ser consumidas em saladas, liquidificadas com leite, ou apenas mastigadas e ingeridas.

Toxicidade:
- Não recomendado o uso por gestantes;
- Estudos demonstraram que o saião não é tóxico, em concentrações de até 5g/Kg de peso corporal;
- Evitar uso por tempo prolongado; no máximo por uma semana;
- Não fazer uso em pacientes imunocomprometidos, pois pode diminuir a ação do sistema imunológico.

USO RITUALÍSTICO NA UMBANDA:

O Saião ou Folha-da-Costa é erva que vibra na energia de Oxalá. Em forma de banhos, proporciona paz e plenitude espiritual, pode ser usada em conjunto com qualquer outra erva para potencializar os seus efeitos. Muito utilizada como preceito para o desenvolvimento mediúnico.

Ednay Melo


Nenhum comentário:

Postar um comentário