Chakras e Cura - Por Ednay Melo

Chakras e Cura - Por Ednay Melo

Chakras são centros de força situados no duplo etérico (corpo energético) cuja função é captar, absorver e distribuir energias. As energias salutares são as captadas do fluido cósmico universal ou prana, a fim de equilibrar energeticamente o indivíduo como ser físico e espiritual. Os chakras fazem a ligação energética entre o corpo físico, o espiritual e o meio ambiente. Transmutam energias tornando-as mais condensadas e adequadas ao corpo físico. Assemelham-se à flor-de-lótus, giram no sentido horário, situam-se na região dos plexos nervosos; as energias captadas pelos chakras são conduzidas através do sistema nervoso. O tamanho e velocidade do chakra irá depender do grau evolutivo do indivíduo. Um chakra em desequilíbrio não capta energia para a sua região, prejudicando o metabolismo dos órgãos do corpo relacionados a ele. Apesar de cada chakra está relacionado com determinado sistema de órgãos do corpo físico, quando um está em desequilíbrio afetará em maior ou menor proporção todos os outros, da mesma forma que a doença de um órgão afeta outros órgãos ou sistemas.

Existem terapias que facilitam o processo de abertura, alinhamento e equilíbrio dos chakras, auxiliando no processo de cura. A partir do ano 2018, o nosso Templo, a Tenda de Umbanda Luz e Caridade - Tulca irá oferecer Tratamentos de Auxílio para a Cura (TAC), totalmente gratuito como todas as atividades da nossa Tenda; em um dia específico a ser divulgado na agenda 2018. Sempre amparados e dirigidos pela espiritualidade que nos assiste.

Em cada chakra pode-se trabalhar a cura de patologias físicas, mentais, emocionais e espirituais, bem como o seu alinhamento, equilíbrio e reposição energética salutar, favorecendo o aumento da qualidade de vida.

É através dos chakras que o tratamento espiritual atua e direciona fluidos benéficos de acordo com a patologia ou desequilíbrio. É através dos chakras que a mediunidade é trabalhada e desenvolvida. É enfim, através dos chakras a comunicação do indivíduo com o mundo espiritual, que pode ser mundos superiores ou inferiores, de acordo com os pensamentos, sentimentos e ações de cada um.

Existem milhares de chakras, porém, apenas sete são considerados principais, porque estão ligados ao sistema endócrino do organismo físico, dessa forma, cada chakra tem uma glândula endócrina correspondente. A ligação hormonal entre os chakras e as glândulas endócrinas remete a alterações nas células de todo o corpo, bem como a diminuição de energia de um chakra pode produzir uma diminuição da atividade na glândula endócrina correspondente. Então são sete chakras maiores e principais, os demais chakras são secundários. Vamos nos deter neste artigo apenas aos chakras principais.

Alguns autores consideram o chakra esplênico como principal. Porém o chakra esplênico está relacionado com o baço, que não é uma glândula endócrina.

Os chakras se apresentam em linha vertical, acompanhando a coluna vertebral e são:

Coronário - Frontal - Laríngeo - Cardíaco - Umbilical - Sexual - Básico.

Cada chakra tem uma cor de fundo, que pode modificar-se de acordo com o momento emocional do indivíduo. Têm também uma função específica e variável de acordo com a necessidade de auxiliar o alinhamento dos outros chakras. Cada chakra representa um elemento da natureza, com exceção do coronário e frontal, porque estes estão ligados ao orum (céu). Cada chakra tem também um ou mais orixás correspondentes, pois a função dos Orixás também é promover o equilíbrio integral do ser. Cada chakra tem, também, uma pedra cristal correspondente.

Com a morte física, o duplo etérico com os seus chakras deixam de existir.

A seguir, falaremos um pouco de cada chakra e, como os estamos descrevendo apenas teoricamente, enumeramos os chakras de cima para baixo:



1) Coronário:


Chakras e Cura - Por Ednay Melo

Conhecido como o lótus das mil pétalas, situa-se na área correspondente ao topo da cabeça por onde entram as energias celestes que alimentam os outros chakras. Responsável pela conexão com esferas superiores. Seu desequilíbrio gera falta de significado para a vida, pois o indivíduo fica desconectado da espiritualidade e da sua essência.

Glândula correspondente: pineal, considerada o ponto de ligação das energias superiores.

Cor de fundo: violeta ou branco fluorescente.

Função: expansão da consciência. Importante nos fenômenos anímicos-mediúnicos. Auxilia no equilíbrio de todos os outros chakras. Alimenta o sistema nervoso central.

Orixás correspondentes: Oxalá e o casal de Orixás ancestrais.

Pedras: ametista, tanzanita, lolita, lepidolita, cocoxenita, fluorita, safira violeta, quartzo transparente, criatal arco-íris, cristal rutilado de dourado, pedra da luz.

Tratamento: doenças mentais, emocionais, principalmente depressões severas e patologias neurológicas. Auxilia na cura de todas as doenças.



2) Frontal:


Chakras e Cura - Por Ednay Melo

Conhecido como o terceiro olho. Situa-se na área da glabela (entre as sobrancelhas), no espaço espiritual interno da testa.

Glândula correspondente: hipófise.

Cor de fundo: azul índigo

Função: Aprimorar inteligência, aprendizado, conhecimento. Importante para a intuição, inspiração e clarividência. Alimenta o sistema nervoso autônomo.

Orixá correspondente: Orixá que está a frente do indivíduo na atual encarnação. Influencia a maneira de ver e de estar no mundo. Chakra que abre oportunidades de crescimento pelo aprendizado constante, através da observação e assimilação gradual das vivências no mundo físico em comunhão com o mundo espiritual.

Pedras: safira, sodalita, lápis lazuli, quartzo azul intenso, turmalina azul, azurite, pedra da lua, apatita azul, cianita, fluorita.

Tratamento: desequilíbrio dos sentidos físicos. Doenças relacionadas aos órgãos da cabeça, enxaquecas, infecções, fragilidade mental e muscular, apatias e depressões. Trata perturbações psíquicas, especialmente as causadas por obsessões. Problemas de memória, do sono, alucinações, delírios e ilusões.



3) Laríngeo:


Chakras e Cura - Por Ednay Melo

Situado no espaço correspondente à frente da garganta. É o chakra da expressão em todas as formas.

Glândula correspondente: tireóide, que tem como uma das funções desintoxicar e purificar a corrente sanguínea.

Cor de fundo: azul celeste

Função: Energiza as cordas vocais, boca, dentes, língua, faringe, laringe, esôfago, traquéia. Influencia na comunicação, deglutição e respiração. Promove a psicofonia e a clariaudiência.

Orixás correspondentes: Iansã e Xangô. Iansã atua para aumentar a velocidade do chakra, tornando a pessoa mais comunicativa e expressiva. Xangô atua para diminuir a velocidade do chakra, caso a pessoa precise conter as suas expressões na busca do equilíbrio.

Elemento: ar

Pedras: água marinha, turquesa, quartzo azul, quartzo lavanda, ágata azul rendada, berilo, apatita, jade, lápis lazuli, ágata musgosa, citrino, jasper marrom.

Tratamento: Este chakra estando em desequilíbrio, a tireóide não purifica o sangue, daí surgem inflamações, principalmente articulares como tendinites, bursites, artrites e artroses. Doenças como faringites, amigdalites, laringites, sinusites, otites, asmas e todas as patologias relacionadas ao pulmão, bem como isolamento social, dificuldade de linguagem, incertezas e desânimos.



4) Cardíaco: 

Chakras e Cura - Por Ednay Melo

Está relacionado com a área cardio-respiratória. É o canal do sentimento, expressa o amor. É o ponto de encontro das energias superiores que vem do chakra coronário com as energias da terra, que vem do chakra básico. Daí remete ao arquétipo de plenitude: "o céu e a terra se harmonizam em mim" (Encontro do triângulo para cima - energias superiores - e do triângulo para baixo - energias inferiores - símbolo da Estrela de Davi).

Glândula correspondente: timo

Cor de fundo: verde ou rosa

Função: equilibrar as energias de todos os outros chakras. Influencia na circulação sanguínea e sistema imunológico. Auxilia a auto-estima e a capacidade de amar.

Orixás correspondentes: todos, pois todos os orixás trabalham harmoniosamente para o equilíbrio do indivíduo e todos expressam o amor de Deus por Suas criaturas.

Elemento: ar

Pedras: quartzo verde, malaquita, esmeralda, turmalina verde, turmalina rosa, rodocrosita, quartzo rosa, aventurina, rodonita, canga rosa.

Tratamento: todas as doenças psicossomáticas e acarretadas por desequilíbrios emocionais, especialmente do aparelho digestivo, pele e pulmão. Todas as doenças relacionadas ao sistema cardio-respiratório. Trata as tristezas, mágoas e ressentimentos.




5) Umbilical:

Chakras e Cura - Por Ednay Melo

Localiza-se em toda a área abdominal, incluindo o sistema digestório. Chakra das emoções inferiores.

Glândula correspondente: pâncreas.

Cor de fundo: amarelo

Função: facilita a percepção das energias do meio ambiente. Relacionado a questões do poder. Atua no sistema nervoso.

Orixás: Ogum e Oxum. Ogum liberta das energias inferiores e Oxum traz o equilíbrio emocional.

Elemento: fogo

Pedras: citrino, jaspe amarelo, topázio amarelo, âmbar, berilo amarelo, ágata cornalina, cacochinita, hematita, quartzo rosa.

Tratamento: doenças do aparelho digestivo, enjoos, vômitos, má digestão, ansiedade, diabetes, úlceras, hérnia de hiato, gastrites, cálculos de vesícula. Trata de fobias, medos, irritações, insônias, pânicos e timidez, bem como patologias causadas por sentimentos de ódio, rancores e vinganças.



6) Sexual:


Chakras e Cura - Por Ednay Melo

Localizado na área correspondente ao aparelho genital. Relacionado à sexualidade, reprodução e vias urinárias. Chakra regido pela lua.

Glândula correspondente: gônadas: ovários na mulher e testículos nos homens.

Cor de fundo: laranja

Função: contribui para melhorar o funcionamento dos outros chakras. Relacionado a questões do prazer.

Orixás: Iemanjá, relacionada à reprodução e Ogum relacionado à vitalidade sexual.

Elemento: água

Pedras: cornalina, calcita laranja, pedra do sol, topázio imperial, rubi, granada, rubilita, dolomita, magnetita, hematita, olho de tigre, água marinha.

Tratamento: depressões, desânimos, impotência sexual e frigidez, infertilidade, alergias, problemas de pele, hemorróidas, gula, baixa auto-estima, sentimentos de culpa. Todas as doenças relacionadas com o aparelho genital.



7) Básico:


Chakras e Cura - Por Ednay Melo

Situado na área correspondente à base da coluna vertebral. Absorve energia telúrica. Tem relação direta com os fenômenos bioenergéticos e parapsíquicos.

Glândula correspondente: supra-renais

Cor de fundo: vermelho ou preto

Função: responsável pela energia do corpo e circulação sanguínea, ao captar energia da terra favorece à auto-estima e vitalidade. Relacionado a questões de segurança e sustentação.

Orixás: Omulu e Oxossi. Omulu é o maior provedor de energias telúricas e Oxossi, sendo o orixá da fartura e do conhecimento, promove os meios de cultivo dessas energias para obter a sustentação do corpo.

Elemento: terra

Pedras: rubi, calcita vermelha, jaspe sangue, granada vermelha, coral vermelho, turmalina negra, ônix, quartzo vermelho, turmalina vermelha, morion, opala dentrita, esmeralda, quartzo verde.

Tratamento: doenças ósseas, musculares, cânceres, tumores retais, ciática, varizes, sistema sanguíneo, desnutrição e patologias ou disfunções dos órgãos relacionados ao aparelho genital, reprodutor e urinário. Trata medos, fobias e inseguranças.

Ednay Melo



Comentários